Home
Home Present & Past Positions Research & Development Editorial Activity Publications Sites & Projects Multimedia & Presentations Lectures and Talks Consultancy Activity Entrepreneurial Activity Teaching Students Organization of Meetings Associations & Societies Awards and Prizes Related Resources Personal Profile Personal Schedule Media Exposure News Site Map Contact Information Em Português


TRABALHOS DE NEUROCIêNCIAS E COMPORTAMENTO

Bases biológicas do aprendizado

Peron, J.E.; Sabbatini, R.M.E.; Fontes, J.C.S. - Effects of the previous supression of paradoxical sleep on discriminated avoidance in the rat. Brazilian Journal of Medical and Biological Research style='font-family: Arial'>, 14 (4), 340, 1981.

Estudos prévios sobre os efeitos da privação do sono paradoxal na aquisição do comportamento de esquiva tem mostrado discordância, devido ao uso de espécies, técnicas de privação e topografia de aprendizado diferentes. O objetivo deste trabalho foi o de comparar os resultados da privação do sono paradoxal, em ratos, obtidos com diferentes topografias de resposta, com os mesmos controles metodológicos e esquema de aprendizado aversivo; pular sobre plataforma, correr em caixa de vai-e-vem e pressão operante à barra. A privação de sono paradoxal era realizada pela técnica de plataforma, por um período de 96 horas antes do teste de aquisição (índices de privação de 0,64 e de 7,3 para controles e experimentais). os animais eram manuseados diariamente, de modo a reduzir o estresse inerente à técnicas de privação. Com a topografia de saltar, o grupo controle mostrou queda no desempenho da esquiva, com aumento de fugas, o que, comparado com o desempenho homogêneo do grupo experimental, evidenciou uma facilitação deste operante pela privação de sono paradoxal. Na topografia de correr, porém a privação não interferiu na aquisição, pois ambos os grupos atingiram igualmente o critério. No desempenho de pressão à barra, nenhum dos grupos chegou ao critério, havendo respostas inconsistentes de esquiva, por pressão espúria da barra com as patas traseiras, durante saltos de fuga. Para a interpretação destes resultados, tentou-se uma aproximação às hipóteses de Bolles e Seligman, de que apenas as respostas de defesa constantes do repertório natural da espécie seriam bem sucedidas no aprendizado aversivo. Isto realmente ocorreu com a resposta de saltar, e não com as outras topografias testadas. Segundo Jouvet, o sono paradoxal estaria ligado as emissões motoras inatas específicas da espécie, o que explicaria o efeito observado neste trabalho, de facilitação da aquisição de saltar.

Peron, J.E.; Fontes, J.C.S. & Sabbatini, R.M.E. - Effects of previous REM sleep deprivation on the acquisition of different topographies of discriminated avoidance in the rat. Brazilian Journal of Medical and Biological Research , 18:381-389, 1985.

Foi testado em ratos o efeito da privação do sono REM por 96 horas sobre o aprendizado de esquiva discriminada, usando-se três diferentes topografias de tarefa: pular sobre uma plataforma, correr em uma caixa de vai-e-vém, e pressão à barra. Foram empregadass idênticas relações entre estímulos e controles metodológicos, com respeito aos esquemas de esquiva a à técnica da plataforma. A privação do sono paradoxal facilitou a aquisição da resposta de pulo na plataforma, a qual foi detectável a partir da terceira sessão. A privação do sono paradoxal não interferiu na aquisição da resposta de esquiva em dois sentidos, pois tanto o grupo experimental quanto o controle atingiram o critério na conclusão na oitava sessão sem apresentar qualquer diferença observável nos parâmetros analisados. Finalmente, na resposta de pressão à barra, nenhum grupo atingiu o critério de aprendizado (80 % de respostas de esquisa em duas sessões consecutivas). Estes resultados são relacionados às hipóteses existentes de que o sono REM estimularia a codificação de todas as seqências complexas de comportamento motor que são necessárias para os comportamentos inatos e conclue-se que o pagamento da "dívida de sono REM" após o teste facilita apenas a aquisição da resposta de pulo na plataforma, através de uma reprogramação da organização motora do comportamento inato.

 

TESE RESULTANTE

Peron, J.E. - Efeitos da Supressão Prévia do Sono Paradoxal na Aquisição de Esquiva Discriminada com Topografias Diferentes, em Ratos, Tese de Mestrado em Ciências pelo Departamento de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (em co-orientação com o Prof.Dr. J.C.S. Fontes), em 1980.

Dr. Renato M.E. Sabbatini, Phd - 2004
 


Web Sabbatini.com

Copyright © 1995-2019 Renato Marcos Endrizzi Sabbatini
Last updated: 2/January/2019